Que cérebro predomina em si?
Marque as 3 atividades que maior importância têm para si.

Comer

Comer

Futebol

Futebol

Brincar com o animal de estimação

Brincar com o animal de estimação

Ler

Ler

Palavras cruzadas

Palavras cruzadas

Cinema

Cinema

Dormir

Dormir

Jantar de amigos

Jantar de amigos

Apanhar sol

Apanhar sol

Escape room

Escape room

Passear

Passear

Planear férias

Planear férias

Bicicleta

Bicicleta

Imaginar

Imaginar

Desenhar

Desenhar

Concerto

Concerto

O amor

O amor

Sudokus

Sudokus

Lego

Lego

Encontro familiar

Encontro familiar

Conversar

Conversar

Excursão

Excursão

Basquetebol

Basquetebol

Sexo

Sexo

Tem um cérebro 100% reptiliano. É dominado pelas pulsões mais básicas: é de ação-reação! 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro reptiliano é o mais primitivo e é o encarregado de regular as necessidades mais básicas, como o equilíbrio para se mover, a temperatura, a respiração, a fome, a vontade de dormir ou instintos impulsivos como o medo, a agressão ou o sexo. É um cérebro que vive apenas no momento presente.

Tem um cérebro 100% paleomamífero. Deixa-se dominar pelos sentimentos: emociona-se sempre que vê o Titanic?  😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro paleomamífero surgiu numa segunda fase e controla o âmbito da memória e das emoções. Permite-nos ter sentimentos, criar registos, relacionar-nos com outros seres e aprender das experiências passadas.

Tem um cérebro 100% neomamífero. Fascina-o conhecer e imaginar: gosta mais de Einstein ou de Picasso? 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro neomamífero foi o último a ser criado e controla o âmbito do pensamento, a autoconsciência e o raciocínio. Encontra-se nos mamíferos mais evoluídos e permite aos humanos pensar, desenvolver a linguagem, aprender ou imaginar. Permite-nos a abstração e criar conceitos complexos como o dinheiro ou as leis.

É dominado por um cérebro reptiliano. É de pulsões mais básicas: de ação e reação! 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro reptiliano é o mais primitivo e é o encarregado de regular as necessidades mais básicas, como o equilíbrio para se mover, a temperatura, a respiração, a fome, a vontade de dormir ou instintos impulsivos como o medo, a agressão ou o sexo. É um cérebro que vive apenas no momento presente.

É dominado por um cérebro paleomamífero. Deixa-se dominar pelos sentimentos: emociona-se sempre que vê o Titanic? 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro paleomamífero surgiu numa segunda fase e controla o âmbito da memória e das emoções. Permite-nos ter sentimentos, criar registos, relacionar-nos com outros seres e aprender das experiências passadas.

É dominado por um cérebro neomamífero. Fascina-o conhecer e imaginar: gosta mais de Einstein ou de Picasso? 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com a evolução biológica do cérebro e as espécies. O cérebro neomamífero foi o último a ser criado e controla o âmbito do pensamento, a autoconsciência e o raciocínio. Encontra-se nos mamíferos mais evoluídos e permite aos humanos pensar, desenvolver a linguagem, aprender ou imaginar. Permite-nos a abstração e criar conceitos complexos como o dinheiro ou as leis.

Tem um cérebro reptiliano, paleomamífero e neomamífero: é mais equilibrado que um mestre zen! 😜

De acordo com o neurocientista Paul D. MacLean, temos 3 cérebros em 1, relacionados com áreas e funções diferentes. O cérebro reptiliano (tronco cerebral) é o encarregado de regular as necessidades mais básicas como o equilíbrio, a respiração, a fome ou instintos como o medo, a agressão ou o sexo. O cérebro paleomamífero está relacionado com a memória e as emoções que nos ajudam a reagir e a procurar experiências e relações agradáveis. E o cérebro neomamífero é o âmbito da autoconsciência e do raciocínio e permite-nos pensar, a linguagem, a capacidade de aprender, entender ou imaginar.

Um AVC pode afetar a mobilidade física, a visão, o gosto, a memória, a fala ou a forma como nos relacionamos.

O cérebro é frágil, necessário e maravilhoso! Cuide-o para desfrutar daquilo que mais lhe importa.


As pessoas importam-se com…

Passear
Passear

48%

Comer
Comer

33%

Planear férias
Planear férias

19%

A teoria do cérebro trino

O neurocientista Paul D. MacLean dizia que as pessoas têm 3 cérebros em 1, relacionados com áreas e funções diferentes: o cérebro reptiliano (tronco cerebral), o cérebro paleomamífero (sistema límbico) e o cérebro neomamífero (neocórtex).

  • O cérebro reptiliano é o encarregado de regular as necessidades mais básicas como o equilíbrio na locomoção, a temperatura, a respiração, a fome, a vontade de dormir ou instintos impulsivos como o medo, a agressão ou o sexo. É um cérebro que vive apenas no momento presente.
  • O cérebro paleomamífero está relacionado com a memória e asemoções, permite codificar sentimentos e afetos que nos ajudam a reagir e, portanto, a procurar experiências e relações agradáveis. Permite-nos viver o presente e aprender das experiências passadas.
  • O cérebro neomamífero está relacionado com o pensamento, a autoconsciência e o raciocínio. Encontra-se nos mamíferos mais evoluídos e permite aos humanos desenvolver a linguagem, a capacidade de aprender, pensar, entender ou imaginar. Em resumo, permite-nos viver no presente, entender o passado e visionar o futuro.

Precisamos do nosso cérebro 100% saudável. Cuidar dele permite-nos desfrutar de tudo o que podemos fazer e ser como seres humanos.

O cérebro é importante e frágil: cuide-o!